sexta-feira, 21 de março de 2008

Last post in english!/"Procura-se um amor"...

Well, i give up, that's my last post in english, no one lefts me a comment,it's been a long time since anyone left me a word of support, i'm not saying these words to impress you all that much, and for god sake, no to be in a victim role,characteror anything like that..I'll start to write in my own language, which is Portuguese, whoever wants to understand it, please use some kind of translating program,sorry..All the best for you,XOXO,Ludmila.

As ferramentas da internet sempre chamam a atenção de todo e qualquer ser humano pois evoluem à cada segundo que se passa..Mas uma me chama especialmente a atenção: o GOOGLE..O google!?Vocês podem perguntar porque de eu ter colocado algo que nem tão é tão novo assim e nem tão "moderno", mas o diferencial deste programa, no qual seus provedores devem estar limpando o chão com notas de cem dólares( epa, acho que fui meio estúpida agora não é mesmo?!Sorry fellas!) é que se pode colocar na "busca rápida" de um tudo: site pra comprar, pode-se visualizar fotografias de tudo quanto é tipo,poesias, notícias,piada sem graça; mas não sei se é possível escrever lá no campo de busca:"Procura-se um amor"..É, é isso mesmo, será que a teconologia evoluiu tanto, à ponto de se conseguir encontrar um amor de verdade em um meio virtual?
Apesar de tanta evolução, não acredito que um ambiente cibernético ofereça tanta sinceridade, verdade quanto um relacionamento de verdade, no qual podemos tocar a pessoa, olhá-la diretamente nos olhos e é claro( por que não?!) enfrentar todos os riscos e reveses que uma relação oferece?É inerente ao ser humano essa busca por algúem que nos complete nos vazios que temos, nas nossas fraquezas, nos nossos defeitos mais íntimos, que por vezes numa encontro com alguém de nosso interesse faz-se de tudo pra esconder num primeiro momento, mas que com o passar do tempo, da convivência, isso acaba se revelando, como num passe de mágica, as "máscaras vão caindo"..
No tão conhecido programa de televisão, o reality show de mais sucesso no Brasil, o qual se encontra em sua oitava edição,na primeira semana,"ninguém tem defeitos", todos mostram o seu melhor lado, suas melhores virtudes; com o passar das semanas, todos mostram seus defeitos, suas fraquezas.
Uma coisa é certa:se encontrar alguém, deixe esse alguém livre, sem amarras, ninguém nasce preso á ninguém, mas a alegria do encontro deve ser aproveitada, as pessoas não se conhecem por acaso e devemos levar o melhor de cada uma delas, li isso hoje num texto de um cara super legal, que escreve muito bem, quem quiser depois põe no google( coincidências não?!) o nome dele:Roberto Crema, o texto se chama "Atritos"..Então, como diz num dos trechos do próprios, essa é a mensagem:"Atritem-se!"..

segunda-feira, 10 de março de 2008

Hi to you all..Texto pra ler de coração aberto..

Hi everyone,
First of all, why are you all so abesnt from my blog?!I'm sad ok!?Just jokin',but i hope you all show up here more often,deal?!Well,i'm doing fine, went back home today from a very nice trip to Recife, a nice town 4 hours far from Maceió, the city which i actually live..I think i'm gonna be there nest weekend too, to do another contest to work for the government and get some more financial stability and finally,stop being my mother's little girl..Love you all!XOXO, Lud.

Este era pra ser um texto sério...Um texto o qual pensei enquanto fazia prova do Rio Branco ontem,mas prometo à todos que lerem esse post que escreverei sobre todas as opiniões sobre o uso da água e suas conseqüências nos dias de hoje, tão exacerbadamente tomados pelo capitalismo que à cada dia nos consome mais e mais..Era pra ser mais um domingo comum..Aliás, nem tão comum assim, pois não é toda hora que se tenta galgar um cargo tão elevado quanto o de Diplomata,é isso mesmo, tomei coragem,puxei o ar pra dentro e fui me embora pra Recife fazer a bendita prova, tão difícil e ao mesmo tempo, tão instigante de se conhecer...
Acordei neste dia por volta das 7 da matina(é, consegui esse feito!),meio trôpega de sono, cambaleando pelo quarto de minhas lindas primas e tomando cuidado para não acordar a Lu, que tava tentando dormir um sono razoável, depois de ter me "aturado" tossir durante a noite toda-explico:tosse que não sei exatamente se se tratava de problema de garganta( de verdade!) ou de "fundo nervoso", só pra variar..Ai,ai..Eu e essa minha ansiedade..Um dia eu ainda consigo dominá-la..De verdade..
Lá cheguei, no Colégio Contato( áureas épocas?!será) pra fazer a prova,com um nervosismo daqueles de ter voltas e mais voltas no estômago..Consegui chegar até bastante cedo, o taxista parecia entender que aquilo seria importante demais pra mim..Minutos e mais minutos foram se passando, a ansiedade da espera é algo terrível..Imaginem então pra a pessoa que vos escreve!Pensei então:"Acho que seria ótimo conseguir alguém para conversar durante essa tortura da espera pela prova"...Foi então que vi duas nobres criaturas conversando,perto de onde eu me encontrava, e então tomei coragem e me aproximei, com a mais tola das perguntas:"É a primeira vez que vocês estão fazendo essa prova?"..Deu certo...Começamos os três a conversar sobre as dificuldades do concurso..Os nomes?Jorge e João Marcelo..Que figuras ótimas!O primeiro, um quase doutor em Informática e o segundo, jornalista...Coincidência, não!?Lembram que tinha dito à vocês que eu sempre adorei escrever e que eu deveria ter feito era Jornalismo e não Direito..Pois é, ainda continuo confiando na máxima do nada acontece por acaso..Parece frase feita, clichê de quinta?É, pode até ser, mas explica bem a situação a qual vos explico...
Terminaram as provas, nos reunimos todos:Eu, João Marcelo, Jorge, Fernando e Adller(é, também tem mais malucos feito eu tentando chegar à Brasília!)..Decidimos então que a melhor opção era??Relaxar um pouquinho,é claro!Fomos à um barzinho super bacana,chamado "Entre amigos" e de fato era como eu estava me sentindo..Entre amigos..Conversamos sobre as questões(nossa, que tortura!),sobre política,sobre a vida no exterior( nosso correspondente,Jorge, nos ajudou e muito nessa parte!) e é claro, não podia faltar um pouco de abobrinha também..Na volta, João me ofereceu carona até a casa onde estive..Pessoinha interessante essa viu?!Fazia bastante tempo que não conhecia alguém tão instigante..Discreto, reservado, mas nem por isso pode-se desmerecer..Afinal, ele aceitou a empreitada de conversar com a moça que vos escreve, a qual inventou uma "desculpinha esfarrapada" pra conhece-lo e que diga-se de passagem....Não se arrepende nem um pouco por isso!É pessoal, essa sou eu,a mais nova "corajosa" em enfrentar a vida de cabeça erguida e muita vontade de vencer..
Tudo de bom à todos, sempre!