quinta-feira, 21 de outubro de 2010

Atualizar-se: Você tem autonomia mental?!

Era pra eu ter "estado aqui" desde ontem...E não que o simples fato de ter trocado de computador, desorientou um pouco os meus neurônios já muito mal-acostumados?!O danadinho do meu notebook resolveu me enfrentar e fazer greve de blog, eu posso com uma dessas, pessoas?!Bom, mas hoje, com 24 horas de "retardo",cá estou,depois de quase 21 dias de longa ausência...Tem horas que o ser humano insiste numa tal de autosabotagem,parece que foge de si mesmo, se esconde dentro de si, estranho isso não acham?!Também acho...

Sabe quem andou me passando umas lições bem interessantes ontem mesmo?Descartes..É, ele mesmo, o carinha daquela frase que se tornou bem "famosinha", a "penso,logo existo"..Aposto que estão todos bem curiosos para saber como absorvi essas lições,não é mesmo?!O "tiozinho" do racionalismo até que tem umas ideias bem interessantes, como por exemplo utilizar a clareza em todas coisas, por isso ficou conhecido como o filósofo da clareza,da simplicidade e acima de tudo, da certeza...

Por quantas vezes insistimos em usar 750 palavras quando na verdade, sabemos muito bem que as tais podem ser substituídas por 25, se usadas de maneira razoável..É só ajustar o "foco"...Ah, o foco!Esse tem que ser ajustado em vários momentos; tem horas que as coisas parecem turvas,não há exatidão no que enxergamos,mas calma, nada que uma boa lente de aumento não nos auxilie!!É preciso varrer o entulho que se acumula nos vários anos de incertezas que adquirimos ao longo de nossa existência, é tanto "lixo" acumulado que fica difícil de distinguir o que é verdade de mero devaneio,vontade momentânea..

Tem horas que nos atualizamos tanto, mas tanto que diferenciar o que faz parte de um desejo premente da "síndrome do cardume"- aquela, na qual simplesmente seguimos o fluxo, sem nem saber pra qual caminho estamos seguindo-,me perdoem a franqueza, mas nesses momentos é preciso fazer uma avaliação do que realmente é importante para nós, pois "seguir o bando" nem sempre é a atitude mais sensata, afinal que seriam dos gênios que insistiram em contradizer o que a maioria afirmava, e no final de tudo, eles não estavam certos?!Vocês devem estar se perguntando: e a tal autonomia mental?Pensaram que eu ia esquecer né?A dita cuja vai se desenvolvendo desde o dia em que nascemos, quando aprendemos que se chorarmos, iremos ser ouvidos, até quando decidimos mudar de rota, virar a vela do barco que ainda não chegou no seu destino...

Abraços à todos!!

Nenhum comentário: