domingo, 13 de setembro de 2009

Arranhar a si próprio..

Ontem arranhei-me com as minhas próprias unhas...Nossa, como doeu,era uma dor latejante e parecia doer mais ainda pois tinha sido eu mesma quem cometeu o "ato"..Já perceberam que muitas vezes em nossas vidas arranhamos a nós mesmos?Nas vezes em que não fazemos o que nosso coração manda, nos arranhamos; quando não dizemos aquela pessoa o quanto gostamos dela ou mesmo o quanto ela nos feriu, estamos nos arranhando..

Porém, há momentos em que precisamos recolher nossas garras, refletir sobre as palavras ditas e é claro, sobre as não ditas, estas são a flecha que ainda não foi lançada, podendo ter um rumo diferente e quem sabe até não atingir em cheio o coração daqueles que tanto amamos...Já me arranhei por várias vezes na vida; devo confessar, é preciso muita coragem para assumir isso, pois raramente assumimos nossas falhas.

Auto-sabotagem.Esse é outro nome para o ato de arranharmos a nós mesmos.É quando fazemos escolhas unicamente com a intenção de agradar outras pessoas e não a quem mais importa, a nós e não se trata de egoísmo, falta de consciência ou qualquer outro nome que queiram dar a isso, mas sim de respeitar quem somos.

Pode parecer meio fútil o comentário a seguir, mas pessoas que se vestem seguindo moda de TV ou seja lá o "modelo ideal" que for,essas também estão constantemente, se arranhando,é claro que é possível utilizar coisas sem querer parecer outra pessoa,porém até o tipo de personalidade, volátil, é claro, muda de acordo com o vestuário utilizado; hoje se preocupam mais com o "ter" que com o "ser", reflexo do capitalismo que engessa nossas mentes e ideias.Um conselho: não se arranhem mais, devemos mostrar quem de fato somos, assim criaremos pessoas e não apenas robôs, como em uma mera linha de montagem...

Até mais!

Nenhum comentário: