quarta-feira, 12 de dezembro de 2007

Sem noção..

Acho que tô meio sem noção hoje,talvez porque to sem saber muito o que falar.Vou falar só do cotidiano mesmo: depois de uma primeira tentaiva frustrada de começar a fazer parte da "geração saúde" entrando numa academia daquelas que prometem boa forma em apenas 30 minutos de exercícios,resultado da empreitada: estiramento no tendão que fica atrás do joelho, que maravilha!Pense numa pessoa que tá aqui doidinha pra por em prática as poucas noções de Direito que consegui reter do curso que fiz,até fisioterapia to tendo que fazer!E pra completar o "pacotão de natal" que ganhei, a moça que fez o ultra-som na minha perna,parecia mais que estava fazendo um décimo-terceiro dos trabalhos de Hércules, que na verdade são doze( por isso chamei atenção para um possível "décimo-terceiro").É,esse fim de ano tá meio complicado.Tive catapora depois de "velha", tentei mudar a minha rotina de sedentária convicta e acabei ganhando um estiramento no tendão de brinde, não está sendo nada fácil, mas uma coisa é certa:consegui tomar atitudes que há algum tempo pareciam impossíveis, e tudo por mera preguiça de me mexer,de agir, de tomar as rédeas da minha própria vida( poético isso não?!), mas é através dessas ações simples, como "correr atrás" de coisas que são pra mim importantes que fica bem mais fácil tomar decisões em assuntos mais complexos,certamente isso tá me ajudando muito e é claro, o simples fato de estar aqui,escrevendo isso tudo em miúdos já é uma baita de uma decisão,levando-se em conta a idéia de que, há algum tempo, eu achava a coisa mais estúpida do mundo esse lance de ter blog.Mas,enfim, eu criei o MEU BLOG,e é por isso que ele é diferente: ele é meu,escrevo coisas que tenho vontade de escrever,sem querer copiar textos,memórias,idéias de outras pessoas.Ele tem a minha cara,ora momentos de falar sério,ora de fazer textos que mais se parecem com um compêndio de um livro de auto-ajuda,ah, e também pra falar um pouco de besteira também.Juro que vou tirar um dia pra postar alguma crônica "mais séria" minha,acho que crise existencial todo mundo passa né,é normal, mas como tudo, acaba passando e a gente vai se conhecendo juntando cada pecinha do quebra-cabeças, é preciso ter muita, mas muita paciência.O tempo se encarrega disso.Pode ter certeza.

Nenhum comentário: